“Afinar os Instrumentos”

20151215_124402Ainda nos meus tempos de criança gostava muito de ouvir uma canção que em sua maravilhosa letra nos ensinava: “viver é afinar um instrumento, de dentro pra fora de fora pra dentro”. Não sabia exatamente o que o autor queria dizer, simplesmente gostava da música. Também não sei por que circunstâncias, mas ultimamente tenho refletido muito sobre essa frase. A vida, tal qual um instrumento musical precisa certos cuidados, tanto na “afinação”, quanto no manejo. De tempos em tempos precisamos ajustar os instrumentos musicais para que a canção não fuja do tom desejado. Na vida também é assim… Precisamos com certa frequência certificarmos se as coisas estão no rumo certo e eventualmente fazermos os ajustes necessários e retomarmos o caminho. Inicialmente pode parecer uma tarefa fácil, mas a verdade é que normalmente colocamos nossa vida no “piloto automático” e simplemente nos esquecemos quem está no comando. A propósito, será que estamos no comando de nossa vida? Estamos parando pelo menos de vez em quando para afinarmos os instrumentos ou estamos deixando a música sair fora do tom? Não precisamos esperar que nossos “ouvintes” acusem nossa desafinação. Precisamos estar atentos aos primeiros sinais e fazermos nós mesmos as mudanças de tons, as mudanças de ritmos. Precisamos aprender a afinar nossos instrumentos no momento exato e de maneira categórica e precisa. Isso significa aprender a gerenciar a própria vida e tomar as decisões certas e no momento mais adequado. Aprender o momento certo de afinar os instrumentos é uma forma de auto conhecimento. É transformar-se no seu próprio maestro… no seu próprio mestre.

Anúncios

Afinal, Qual O Seu Plano?

planosMais um ano começou… Nas redes sociais e mesmo nas conversas informais nesses últimos dias, o que mais se fala é que será um ano de mudanças. Muitas pessoas dizendo que esperam um ano melhor. A passagem de ano, assim como outras mudanças de ciclos, trazem consigo um desejo natural de mudanças e uma esperança quase incontida por dias melhores e isto é bastante salutar e extremamente importante. Acredito, porém, que viver de expectativa e esperança apenas, não basta. É preciso mais… É preciso sonhar, acreditar, planejar, implementar, insistir, resistir… Precisamos fazer planos e pensar os métodos para atingirmos os objetivos. Se queremos resultados diferentes, precisamos nos preparar para mudar nossas ações. Como disse Albert Einstein: “Fazer, todos os dias, a mesma coisa e esperar resultados diferentes é a maior prova de insanidade”. Obviamente, precisamos acreditar nas mudanças, mas precisamos entender que elas se dão, sobretudo, a partir das nossas próprias mudanças de atitudes. Nem sempre o universo conspira a favor daquilo que imaginamos e desejamos. Há momentos em que dificuldades se impõem em nosso caminho e pelo menos de vez em quando, é preciso mais que sonhar e bem mais do que simplesmente acreditar. É preciso fazer com que as coisas aconteçam. É preciso planejar e ir à luta para que os sonhos se transformem em algo real. Caso não estejamos preparados e não tivermos perseverança, eles estarão fadados a se transformarem em meros devaneios. Isto acontece quando nos damos por satisfeitos apenas em sonhar ou imaginar coisas sem considerarmos o que, de fato está acontecendo no mundo real. Quando surgir alguma dificuldade ou alguma barreira em nosso caminho é preciso enfrentá-las. Quando as mudanças desejadas e esperadas não acontecerem naturalmente, é necessário criar novas possibilidades ou reiventar algo. É necessário ter coragem e é preciso perseverar. A propósito, a julgar pelos últimos acontecimentos e pelo que dizem alguns especialistas, este será um ano de inúmeras dificuldades. Caso isto realmente aconteça, e os obstáculos se estabeleçam, estaremos prontos para transformar nossos sonhos em algo concreto ou nos contentaremos em esperar o próximo ano? E então… Planejar ou esperar? Perseverar ou resignar-se? Sonhos ou devaneios? ENTÃO, QUAL É O SEU PLANO, AFINAL?